O ESPORTE COMO TRATAMENTO DE DEPRESSÃO

Conteúdos

O ESPORTE COMO TRATAMENTO DE DEPRESSÃO

Depressão é uma patologia que pode ser descrita como uma alteração do estado de saúde física e psíquica do sujeito. Essa patologia acomete adultos e crianças de maneiras diferentes e apresenta sintomas que variam de acordo com a faixa etária, contexto sócio histórico e singularidades de cada um. Os sintomas depressivos não caracterizam somente comportamentos de inibição, nem sempre o sujeito fica “para baixo”, desanimado, quieto ou sem vontade, podem manifestar-se também com agressividade, mudanças súbitas de humor, medos (inexistentes anteriormente) e culpa.

Essa enfermidade compromete importantes funções sociais, emocionais e cognitivas. Quando em crianças, pode comprometer o desenvolvimento e um olhar atento e especializado se faz importante, uma vez que os sintomas são frequentemente mascarados e/ou confundidos com outras questões como baixa autoestima, distúrbios do sono, baixo rendimento escolar e até com transtornos de déficit de atenção e hiperatividade. 

Muitos estudos confirmam que a pratica de esportes está diretamente ligada a saúde física e mental e apontam à possibilidade de pessoas fisicamente ativas, em qualquer idade, apresentarem melhor saúde mental do que sedentários. Alguns trabalhos relacionam essa melhora ao desencadeamento de uma secreção de endorfina que é liberada no organismo e/ou a regulação de neurotransmissores de serotonina (considerados uns dos hormônios responsáveis pela sensação de felicidade) que ocorre com a prática de exercícios físicos, aliviando os sintomas da depressão. Há ainda pesquisas que defendem que prática de esportes com regularidade podem resultar numa melhora da imagem de si mesmo e da autoconfiança, aumentando a autoestima e assim favorecendo significativa melhora nos quadros de depressão.

A depressão é uma doença e deve ser diagnosticada por profissionais adequados para que possa ser tratada com eficácia. O tratamento é baseado em psicoterapia e, em alguns casos, prescrição medicamentosa, contudo a prática esportiva como terapia adjuvante pode ser altamente benéfica e tem sido cada vez mais recomendada por profissionais, sempre levando em consideração as particularidades de cada sujeito. A escolha de profissionais capacitados é decisiva no cuidado e a Escola Guga tem orgulho em ressaltar que prepara seus professores para que cada aluno possa aproveitar ao máximo todas as vantagens que o esporte oferece, além dos benefícios fisiológicos, também os psicológicos, tais como: desenvolvimento de habilidades sociais, melhor sensação de bem-estar, humor, autoestima, diminuição de sintomas de ansiedade e depressão.

Seja um franqueado de sucesso

Esporte e Educação: Investir na Escola Guga transforma vidas.

Quero ser franqueado
Guga Kuerten Investimentos a partir de R$ 80.000

Receba Novidades